Ferro de passar roupas x Sublimação

A cada dia que passa pessoas, assim como eu e você estão buscando criar uma nova fonte de renda, deste modo com a quantidade de informações disseminadas na internet as opções, alternativas e possibilidades são quase infinitas.

Porém muito das vezes tais possibilidades não entregam ou garantem uma qualidade de um produto que se torne definitivamente “vendável” e principalmente que se torne algo que o cliente ou mercado tenha o desejo de adquirir o produto criado.

Este breve resumo inicial se traz o conceito para que você entenda que existem inúmeras possibilidades de criar algo, principalmente com a sublimação que possibilita um mundo de opções. Porém como dito anteriormente a qualidade do produto final utilizando processo e equipamentos adequados proporcionarão a qualidade de venda (ou não) para seu produto.

Uma das dúvidas que a equipe InkPrinter.com.br tem mais recebido nos últimos meses é quanto a sublimação utilizando o ferro de passar roupas. Equipamento que está presente na casa de todos os Brasileiros, por se tratar de um equipamento comum, de baixo custo e fácil manuseio.

Antes de falar do ferro de passar em si, gostaria de revisar com você os pilares de uma sublimação de excelência:

  • Temperatura
  • Tempo
  • Força de prensagem

A sublimação é um processo químico de termo transferência onde a  tinta sublimática liquída impressa no papel sublimático se torna sólida, e elevada a alta temperatura transformam em gás sem passar pelo estado liquído, neste processo os pigmentos aderem aos materiais preparados com resina para sublimação e materiais sintéticos como tecidos de poliéster, por exemplo.

Veja o gráfico abaixo exemplificando o processo:

processo-de-sublimação

A critério de exemplo, vamos utilizar a sublimação em uma camiseta com composição de poliéster, a qual é compatível para a personalização por intermédio da sublimação. Neste caso uma sublimação de excelência se dá com temperatura igual ou próximo aos 200ºC e com um tempo próximo aos 20 segundos e prensagem média a forte.

Lembrando que para cada tipo de material a ser personalizado com a sublimação, deve-se seguir tempo, temperatura e força de prensagem sugerido pelo fornecedor do produto sublimático.

Veja que para uma sublimação de excelência, você definitivamente precisa ter controle de temperatura, tempo e força de prensagem, situações que só serão obtidas por meio de equipamentos específicos que garantirão tal controle.

Certo, mas e o ferro de passar roupas?

Em modos gerais, os ferros de passar roupa que encontramos no mercado e que geralmente temos em nossas casas são equipamentos simples e que não oferecem nem garantem um controle perfeito e preciso da temperatura utilizada, além de muito dos modelos serem a vapor, ao qual quando estão em utilização soltam vapor com intuito de alinhar a trama do tecido, que é o objetivo principal deste equipamento.

Além do mais a área de aquecimento do ferro de passar roupas é bem pequeno, o que dificulta ainda mais o processo de sublimação por exemplo em uma camiseta, utilizando uma estampa impressa em papel sublimático, formato A4.

Tente imaginar todo o processo:

Você precisará fixar o papel sublimático na camiseta e precisará passar várias vezes o ferro em toda área do papel com a estampa impressa, buscando promover o aquecimento do mesmo afim de que ativar o processo de sublimação para que assim a tinta do papel seja transferida para camiseta.

Vamos mais além!

Lembra dos três pilares de uma sublimação de excelência? Utilizando o ferro de passar roupas para a sublimação, você infelizmente não terá seguido nenhum destes pilares, resultado: Uma sublimação completamente falhada!

E tem mais, pelo fato da área do ferro ser pequena, você terá de passar o ferro várias vezes sobre o papel, promovendo assim o movimento do papel sobre a camiseta ou tecido que receberá a sublimação, consequentemente a falha “fantasma” acontecerá, uma vez que o papel estará movimentando sobre a peça.

Conclusão!

Definitivamente a utilização do ferro de passar roupas na sublimação é algo que não garante uma sublimação de excelência em seus produtos, portanto não é recomendado sua utilização na sublimação. Para isso, você deve utilizar equipamentos específicos como a prensa plana que garantirá uma área de aplicação maior, controle de temperatura e força de prensagem, proporcionando a você e seus clientes produtos encantadores e da mais alta qualidade.

Participe!

Adoramos ler e acompanhar comentários em nosso blog! Deixe seu comentário abaixo, com dúvidas, sugestões e também com os resultados que você conseguiu com este passo a passo, esperamos que sejam lindos e belos trabalhos! 😀

Nos vemos no próximo post! 😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *